Retiro de Desintoxicação 2016

CONFEF parabeniza Vidya News

19 maio 2016
Carta CONFEF

O informativo do Vidya chegou faz pouco tempo, mas foi o suficiente para repercutir positivamente em diversas instituições.

Recebemos do CONFEF, Conselho Federal de Educação Física, a carta abaixo, parabenizando nossa primeira edição.

Carta CONFEF

É um motivo de grande alegria em ver nossos objetivos sendo cumpridos, tornando a Filosofia Vidya acessível para cada vez mais pessoas na busca de qualidade de vida.

Agradecemos ao CONFEF pela gentileza.

Você já conferiu a primeira edição do Vidya News?

Ainda não?

Então, leia gratuitamente online.

Homenagem às mães

8 maio 2016
1105

diadasmaesbanner

O que esperar da virtuosidade de uma mulher? Perfeição e atração? Excelência e maestria? Amor e compaixão? A verdade é que o valor da presença feminina em nossas vidas é fundamental.Vemos que no livro dos Provérbios 31:10 está escrito:

 “Mulher virtuosa quem a achará?
O seu valor muito excede ao de rubis. (Provérbios 31:10)

A mulher esteve presente na vida do homem desde sempre. Somos frutos do seu maravilhoso ventre, nos alimentamos do seu leite, nos aquecemos e nos nutrimos de seu corpo, recebemos o seu carinho e afeto e, enfim, nos desenvolvemos. Somos ensinados pelas mulheres, nos enamoramos delas e, mais tarde, fazemos amor com elas. Em todos os sentidos, mulher traz em si o poder da criação, da afirmação e da admiração de todos!

A mulher nos conduz, nos provoca, incentiva, estimula, nos seduz e excita. A força da mulher é absurda! Seu poder consegue atingir, se nos convir – e decidir – muitas coisas em vários aspectos da nossa vida!

Mais jovem ou mais envelhecida, mais alta ou mais baixa, dinâmica ou mais vagarosa, todas as mulheres trazem em si o poder de transformar, de sensibilizar, ameigar e amar.

Por grandiosidade, algumas mulheres mostram, com humildade, a castidade de seguir um caminho só cuidando de suas crias mesmo com agonia e dificuldades.

O que seria de nós sem as nossas mães? Elas nos ensinam a viver e nunca nos desamparam, dedicando-nos um amor incondicional.

A reputação verdadeira da mulher está na capacidade de expressar amor, generosidade, pureza, alcance e peso em tudo o que faz, pensa e se manifesta. Somos profunda e eternamente agradecidos ao Absoluto por colocar as mulheres em nossas vidas.

FELIZ DIA DAS MÃES A TODAS!

VIDYA (Paz, força e sabedoria)

Mestre Uberto Gama

A vaidade sob a ótica da Filosofia Vidya

4 maio 2016
vaidade

Por Mestre Uberto Gama

“A soberba precede a ruína, e a altivez
do espírito precede a queda.”

(Provérbios 16:18)

A vaidade é a peculiaridade mais importante de Kartik. Com ela, Kartik consegue tudo, principalmente quebrar a ponte de ligação espiritual. O cuidado exagerado da aparência pelo prazer – ou com o objetivo de atrair a admiração ou elogios de terceiros, exibindo-se como se isso fosse a verdadeira realidade – é a vaidade.

Ter vaidade é ter como princípio a ostentação, a exibição exagerada da sua riqueza, de suas qualidades e capacidades físicas ou intelectuais. É mostrar-se presunçoso e convencido, orgulhoso e prepotente.

Não é necessário nos afirmarmos em falsos pedestais. Somos o que somos. Nada mais. Não é necessário mostrarmos que somos bons. Temos que ser bons, porque é bom ser bom. Nada mais. Não precisamos ser elogiados. E, se formos, devemos continuar modestos e atentos para evitar que o nosso ego cresça e sufoque o Eu espiritual.

O elogio é sempre um perigo. A crítica é mais dura, mas quase sempre verdadeira. Porém, se a crítica tiver segundas intenções, não absorva-a. Elimine-a, pois não servirá de nada, apenas fará sua dignidade ser quebrada.

Eu sempre ensinei que devemos “ter orgulho” dos outros e não de nós mesmos. Ter orgulho de si mesmo é uma falsa modéstia, é uma ostentação do nosso ego, é uma afetação ridícula como demonstração da nossa incapacidade.

Inflar o seu ego é o mesmo que futilmente encher um balão de ar. O mínimo atrito em algo um pouco mais áspero fará o balão explodir, e toda a sua superficial beleza acabará. Toda a vacuidade se mostrará. O mesmo pode acontecer com um relacionamento. Não o torne superficial, arrogante, esnobe. Construa seu relacionamento com a verdadeira intenção de crescer e de ajudar o outro, e não de se sobrepor com leviandade. Quem realmente ama é desprendido de segundas intenções. Não espere por elogios! Elogie! Não faça críticas, auxilie!

E, quando criticar, seja amoroso, firme e objetivo. Não fira, não machuque, a não ser que a linguagem já não caiba mais no entendimento lógico do criticado e seja necessário movimentar o seu emocional para ser conscientizado.

Outra coisa: não se preocupe se o cônjuge fizer uma brincadeira ou uma gozação com você. Responda com tranquilidade. Não reaja abruptamente. Não seja estúpido e, novamente, orgulhoso. Repito: a vaidade é uma característica do orgulho, da soberba e da fatuidade. A forma de acabar com isso é aprender a rir dos seus erros, aprender a brincar mais. Deixe a carranca de lado. Não se ofenda tão facilmente. Ocupe-se com coisas mais sérias em sua vida. 

Portanto, a vaidade é um conceito exagerado das suas qualidades, é a soberba, a prepotência e a arrogância de quem se acha grandioso, o máximo denominador comum. Uma pessoa vaidosa é alguém que não possui conteúdo e se baseia somente nas aparências.

Reflita em tudo isso.

Feriado para aperfeiçoar a prática

27 abril 2016
DSCN3555baixa

No último feriado prolongado de Tiradentes, de 21 a 23 de abril, um grupo de alunos das unidades Vidya, de Curitiba e São Paulo, se reuniu em nossa sede para se aprofundar tanto na prática quanto na filosofia, com a facilidade de se estar no ambiente de um Ashram tradicional.

DSCN3555baixa

Foram diversas aulas com temáticas amplas como: ásanas e psicossomática, técnicas de respiração, meditação, mantras, mitologia hindu, estudo do karma, entre outras, com o objetivo de esclarecer muito do que se lê ou fala a respeito, e também desfazer o conceito de que tudo isto está distante do nosso dia a dia.

“Ao entender melhor nossa respiração, conseguimos perceber nossos estados emocionais ao longo do dia, e o que fazer para melhorar quando eles não estão a nosso favor, como numa situação de muito stress, por exemplo. Por isso, em determinado momento da prática de cada um, o aprofundamento teórico é fundamental. O Vidya é uma filosofia milenar e nos auxilia no processo de autoconhecimento e desenvolvimento pessoal.” comentam os organizadores do evento, professores Lahíni e Hadesh.

Além da teoria, os alunos contaram com treinamentos práticos de rajásanas (Yoga dinâmico), Vinyásana (coreografia de ásanas), defesa pessoal, meditação e pranayamas (técnicas de respiração), ministrados pela nossa equipe multidisciplinar sob a condução do Mestre Uberto Gama.

Foram três dias muito agradáveis, que esperamos repetir em breve. Agradecemos a todos pela presença!

Se você não conseguiu participar, fique de olho em nossa programação e aguarde o próximo retiro!

Confira as fotos abaixo:

REVISTA VIDYA NEWS #1

001 Vidya News ƒƒ.indd

Fique por dentro de
nossas novidades!

Leia Online!